São João Nepomuceno diz ‘não’ à privatização dos Correios

You are currently viewing São João Nepomuceno diz ‘não’ à privatização dos Correios

No dia 20/07, o município da Zona da Mata Mineira se manifestou por meio de sua Câmara Municipal contra a venda da empresa pública. Por iniciativa da vereadora Elusa Salvador Cortes (Patriota), foi aprovada por unanimidade moção em repúdio à privatização dos Correios em São João Nepomuceno. Com isso, o total de municípios mineiros que disseram “não” ao processo de venda da estatal chegou a 133.

 

Ao serem aprovadas, as moções são enviadas às autoridades do Congresso Nacional e do Executivo Federal. A lista completa das cidades que já se manifestaram contra a venda dos Correios está disponível no site da Associação dos Profissionais dos Correios Regional Minas Gerais (ADCAP Minas). No site da Associação, também é possível conferir quem são os vereadores autores das iniciativas. Conheça também o Mapa das Moções – mapa interativo com os municípios mineiros que já disseram ‘não’ à privatização dos Correios.

 

Universalização dos serviços postais

 

Em 96% dos países do mundo, a gestão do serviço de correios é pública. Principalmente nas nações de dimensões continentais e nas maiores economias globais, as empresas de correio são do governo, como acontece no Canadá, China, EUA e Rússia. A principal razão para tanto é a universalização.

 

Aqui no Brasil, por exemplo, somente os Correios garantem acesso a certas oportunidades e serviços, principalmente para os pequenos e médios empreendedores. A empresa pública integra economicamente diversas regiões do território nacional, pois na maior parte dos municípios do País (60% do total), só há como representação do governo federal uma agência dos Correios.

 

#SomosEssenciais #TodosPelosCorreios

 

Acompanhe as publicações da campanha Todos Pelos Correios! Os conteúdos estão disponíveis no site www.todospeloscorreios.com.br e nos perfis de redes sociais – FacebookInstagram e Twitter. Cadastre-se também no Whatsapp (61) 99448-7766. Curta e compartilhe as informações com todos.

Deixe um comentário