Reações em defesa dos Correios

You are currently viewing Reações em defesa dos Correios

Ao olharmos as participações na enquete sobre o Projeto de Lei 591/2021, PL que prevê a privatização dos Correios, observamos uma série de comentários em favor da estatal. Até o dia 10/06, havia mais de 22,9 mil votos ‘DISCORDANDO TOTALMENTE’ da proposta. Essa consulta pública, disponível no site da Câmara dos Deputados, busca colher opiniões da população sobre o assunto. Veja abaixo algumas das manifestações existentes por lá, contra a privatização. Lembrando que a enquete ainda está aberta para receber votos.

 

“As cidades que não dão lucro com certeza terão aumento de tarifas, pois a ECT ele tira dinheiro de onde dá lucro pra poder atender as localidades onde não são lucrativas, a iniciativa privada não terá essa visão social. Pra ter pontos positivos o assunto deveria ser mais debatido e não tramitar em regime de urgência, a sociedade tem que dar sua opinião.”

Fabiano Tito Luna Filho – 03/06/2021

 

“O governo é tão ignorante, se investisse na modernização teria mais lucro.”

Édila – 01/06/2021

 

“Estratégico, essencial, lucrativo. Quem é contra precisa estudar logística num país com dimensões continentais e os correios representado o Estado em lugares remotos e comunidades ribeirinhas.”

Nicole Dias – 30/05/2021

 

“O serviço postal ficará mais caro e não irá abranger todo o território nacional. A extensão continental do país deve ser analisa e considerar as localidades mais remotas, que o mercado atual ainda não chegou. A ECT, mesmo com contingente deficitário, ainda realiza os serviços em pequenas cidades. São anos sem novas contratações, um investimento que resolveria a questão da qualidade”.

Rogério Fonseca – 25/02/2021

 

#SomosEssenciais #TodosPelosCorreios

 

Acompanhe as publicações da campanha Todos Pelos Correios! Os conteúdos estão disponíveis no site www.todospeloscorreios.com.br e nos perfis de redes sociais – FacebookInstagram e Twitter. Cadastre-se também no Whatsapp (61) 99448-7766. Curta e compartilhe as informações com todos.

 

Deixe um comentário