Correios ajuda no apoio às vítimas das enchentes

Desde o início das fortes chuvas que atingiram o Sudeste neste mês, com incidência principalmente nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, 30 mil pessoas ficaram desabrigadas e 58 foram vítimas fatais somente em MG. Como forma de minimizar o sofrimento das famílias atingidas, os Correios estão ajudando nas ações da Defesa Civil do Estado, do Servas e da PMMG, distribuindo donativos arrecadados por esses órgãos.

 

Os Correios estão apoiando o Governo de MG colocando à disposição colaboradores e veículos para ajudar no transporte de itens básicos necessários às famílias afetadas pelas chuvas. O governador Romeu Zema declarou, no dia 30/01, que em momentos como esses de catástrofes naturais, a logística é fundamental para a atuação adequada dos órgãos que podem auxiliar a população atingida. “A distribuição de alimentos, de medicamentos, de bens de higiene, de limpeza, tem sido feita através dos caminhões da empresa estatal federal, que tem contribuído muito. Um dos grandes problemas de um momento como esse é a logística, então estamos conseguindo enviar aquilo que é necessário para todas as regiões do estado com agilidade”, afirmou o governador.

 

Não é a primeira vez que os Correios atuam ajudando os governos nos vários níveis a prestar socorro às vítimas de catástrofes. Desde 1997 acontecem ações desse tipo. Em 2008, nos estados do Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba, municípios decretaram estado de calamidade, por conta de enchentes. Os Correios arrecadaram 72 toneladas de donativos (tendas, barracas, alimentos não perecíveis, roupas, medicamentos, agasalhos), que foram distribuídos pela estatal às populações atingidas.

 

Em 2010, fortes chuvas também causaram danos em Alagoas. As agências dos Correios novamente passaram a receber donativos que foram distribuídos pela empresa nas localidades afetadas. Na ocasião, 28 cidades foram atingidas (15 delas em estado de calamidade pública).

 

No ano de 2014, Minas Gerais também sofreu com estragos provocados pela chuva. Virgolândia, na região do Rio Doce, foi bastante afetada. E mais uma vez os órgãos envolvidos no auxílio às populações atingidas tiveram o apoio dos Correios, que se colocaram à disposição da Prefeitura na ajuda aos desabrigados.

 

Além desse apoio aos órgãos dos diversos níveis de governos nos momentos de catástrofes, os Correios também realizam outras ações de caráter social. Distribui livros didáticos e medicamentos, por exemplo, no suporte a políticas públicas de municípios, estados e do governo federal. Essas são ações que mostram claramente a importância da estatal para a vida dos brasileiros.

 

E lembre-se! É importante acompanhar as publicações da campanha Todos Pelos Correios. Eles estão disponíveis no site www.todospeloscorreios.com.br e nos perfis de redes sociais – FacebookInstagram e Twitter. Cadastre-se também no Whatsapp (61) 99448-7766. Curta e compartilhe com todos os conteúdos!

Deixe uma resposta